domingo, 13 de novembro de 2005

deem um palco aos filhos do demo...

este post deveria ter uma bolinha vermelha no canto superior direito, uma vez que a imagem que se segue pode ferir sensibilidades. se fosse na semana do halloween, até que nem seria preciso. mas visto que o halloween já foi há duas semanitas, fica aqui a chamada de atenção. depois não digam que não avisei...

LEIAM ISTO POR VOSSA CONTA E RISCO!!!! OS EFEITOS SECUNDÁRIOS REPORTADOS ATÉ AGORA PRENDEM-SE COM MONUMENTAIS CAGANEIRAS, APARECIMENTO SÚBITO DE PÊLOS NO PEITO (estás safo, Hugo...) E, DIZEM, CEGUEIRA TEMPORÁRIA.

pronto, agora que já me precavi contra futuras acções legais por parte de quem (se der ao trabalho de) ler esta trampa, vou relatar os eventos da passada sexta-feira nessa bonita cidade que é Londres de Inglaterra. digo é, mas deveria dizer era, porque depois do que se passou na sexta, autênticas pragas bíblicas assolam esta cidade. foi mesmo avistado um portal de acesso aos quintos dos infernos, nos arrabaldes de Turnham Green, informação esta que carece ainda de confirmação.

sexta-feira decorreu mais uma das maravilhosas festas do meu instituto, a newcomers party. é a festa para acolher os novos estudantes de doutoramento, novos pós-docs, novos trabalhadores, etc e tal, e tem o condão de ser a única festa do ano que não acaba entre as 21:15 e as 22:00. nesta festa há mesmo a possibilidade dos osgas se transformarem em abóboras ao soar da meia-noite. segundo a tradição, a newcomers party envolve, para além dos snacks e das cervejas típicas das restantes festas, cocktails (desta vez o Rich não foi autorizado a fazer long island ice tea's - infelizmente, digo eu, porque no ano passado estavam excelentes...- eram só cosmopolitans com 1 litro de vodka por cada 5 litros de cocktail) e karaoke.

ora, toda a gente sabe que o karaoke é uma invenção do demo. não será de estranhar portanto que os filhos do próprio tenham estado na festa, distribuíndo pragas e maldições sobre a forma de música. sempre cantada à moda dos Whitesnake, independentemente de ser mesmo uma música de Whitesnake ou uma música da banda sonora do "Ghost", esse clássico do ensino de olaria via TV.

[para aqueles que não acreditam que os cães dos infernos estiveram de facto na festa, aqui fica a prova]

Image hosted by Photobucket.com
os filhos do demo em acção, aterrorizando os pobres osgas que os rodeavam, que só tiveram tempo para tentar cegar as bestas dos infernos com luzes fortes... sem sucesso. (da esquerda para a direita: mafarrico hugo, ogre paulo e banshee sara - esta última antes de lançar uma bola de fogo pela boca na direcção da multidão...)

se conseguem ainda ver o monitor do computador é porque:

a) não tiveram que ir a correr para a casa de banho antes de conspurcar a respectiva roupa interior
b) não ficaram com um enorme tufo de pêlos do peito a bloquear-vos a visão
c) não perderam a capacidade de visão
d) não sofreram várias ou todas as anteriores alternativas

sendo assim, continuo. várias foram as pessoas que correram que nem galinhas com a cabeça acabada de cortar (e portanto, sem cabeça...) pelos corredores, lançando-se da varanda do sexto andar para evitar os gritos lancinantes da trupe de demónios. em vão, porque o sistema de amplificação de som e a potência da voz (especialmente da loira que tem belos... pulmões) fizeram o favor de transportar o som para todos os ouvidos incautos.

depois de realizada a má acção da noite, estes autênticos mafarricos dirigiram-se para o extremo oposto da cidade, utilizando o sistema de metro para causar mais estragos. pelo caminho, mais uma alma perdida. uma pobre jovem da terra dos cangurus que sucumbiu à demência depois de ouvir o "Twist and Shout" dos Beatles cantado por esta praga sob a forma de um fanhoso, um sopinha de massa e um gago que entretanto passou a ter uma deficiência da fala para a qual ainda não foi inventado um termo insultuoso.

felizmente, a praga durou só um dia. se bem que um dos demónios de sexta-feira ainda tinha algum veneno no sábado à noite quando disse qualquer coisa relacionada com ogres num jantar que mais parecia um casamento...

sai um pastelinho de bacalhau...

9 comentários:

Lótus Azul disse...

Pois... lá está... é mesmo um pente dois. E nem pareces o mesmo tipo que esteve em NY com a Inês!

Vocês estavam os três possuidos. Chamem um exorcista, please!

raites disse...

Beatles?!
oh fáxavor, o mr. Huge nao cantou uma canção do rei Elves?
Tá tudo perdido...

Sofes disse...

Meninos! Tenho uma coisa a dizer-vos...

M-E-D-O!!!!!!!!!!!!!!!!

grao_de_po disse...

ó saravá, huelêlê huêlêlê.

sai dessi corrpo.

:D

Paulo disse...

o hugo bem queria cantar o "suspicious minds", mas alguém foi mais rápido...

tivemos que nos contentar com o "twist and shout" dos beatles. que foi muito, mas mesmo muito mal cantado... desse ja nao ha fotos porque os osgas ja estavam demasiado bebedos para as tirar.

beijos e abraços

Hugo disse...

Lindo! Ha muito que nao chorava a rir. Nao tenho um coracao tao mole quanto o da Belinha!
Ja se sabe, o Rock n' Roll e' do Demo e o espirito roqueiro assolou-nos a alma nessa noite.
So faltou mesmo uma homenagem ao Rei... fica para breve! Ah aha ahaha!

Guida disse...

Lindo, lindo, lindo... ai que quase me mijava a rir! Vá lá que nao se lembraram de cantar o "starway to heaven" (perdoa-me Raul...).
Daqui a uns tempos junto-me a voces e podemos autointitularmo-nos como "Os Cavaleiros do Apocalipse"

Andreia disse...

Oh menino por ixo é que andaje a vêre male. Com exes olhoje vermelhoje do demo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Escujavaje de têre idoje ao oftamologistaje. Bá, ide-bos mas com cuidadojejeje. :)

Inês disse...

LOLOLOL!!!! A foto está linda!!!!
Ai... nem sei que mais diga... Já há muito tempo que não me ria tanto (estou no lab, com o pessoal todo a olhar pra mim de lado...). Só sei que quero ver isso reencenado nas férias do Natal, com ou sem sistema de karaoke! LOLOL