domingo, 1 de maio de 2005

porrada no presidente

eu juro que não pretendo transformar este espaço de abstinência mental no meu depósito de insanidades que se sucedem ao ritmo de caracol com cio, mas não posso deixar de deixar duas ou três palavrinhas acerca do sucedido, se não estou em erro, na noite passada, na pacata (achava eu...) vila de fronteira, actual terra-lar de moi même, pelo menos durante os dias da semana...

ora ia o sr. presidente pedro namorado lancha a sair da assembleia municipal quando indivíduos unidos entre si pelos laços de pai e filho o abordam e lhe dão uma carga de porrada ali mesmo no meio da praça. valeram-lhe os os ocupantes do café da maria joana, também conhecido como toca do coelho (onde a ginja vem directamente do frigorífico para o copo) que os separaram. consta que os geninhos também deram à costa, mas que se acagaçaram com as ameaças dos cidadãos irados por um motivo qualquer que não apanhei na notícia. (claro que não tarda muito que no posto de trabalho tudo se saiba, pelo que não percam as actualizações, a não ser que também eu seja ameaçada o.O)

resultado, o sr. presidente já foi avisado uma vez e precisa de óculos escuros...

fim do mundo, não era...?

EDIT: o caramelo que deu porrada no presidente tem historial de tarado aqui na terra e... costuma ser muito sorridente quando passa por mim. uma vez até mediu o percurso da minha corrida :s


me panics!

sai um pastelinho de bacalhau...

2 comentários:

Paulo disse...

cheira-me a campanha eleitoral...

grao_de_po disse...

a mim cheira-me que vou passar a olhar por cima do ombro :s