segunda-feira, 8 de maio de 2006

quando se pensa...

... que pior não pode acontecer, lá vem mais uma coisa que nos surpreende.

não bastavam os roadkills de 5 em 5 semanas, a sujidade que se acumula a uma velocidade maior do que se a casa estivesse vazia, e outras tantas pérolas, ontem atingiu-se um novo fundo.

para não variar, alguns dos meus flatmates chegaram a casa a horas tardias e num estado alcoolizado (não dos piores, mas pelos vistos isso não interessa nada). estava eu muito bem à espera de poder usar o WC para poder (finalmente) ir dormir, quando o inesperado acontece...

eis senão quando, a porta do WC abre-se e sai de lá uma das minhas flatmates em todo o seu esplendor, i.e., da forma que a cegonha a carregou desde paris até à austrália. e com o ar mais casual do mundo. talvez porque a carraspana era tanta que, se calhar, pensava que ainda tinha a roupa vestida.

fazendo os possíveis para a olhar nos olhos (por forma a não ficar ainda mais traumatizado...), lá respondi ao cumprimento de boas noites e surripiei-me para dentro do WC pensando: "e nós... tudo bem...". é por estas e por outras que faço os possíveis para não beber como se não houvesse amanhã. ela ainda se pode dar ao luxo de se passear nua pela casa. já eu, sabe deus...

mais uma prova que a minha casa é uma animação. e que a minha flatmate não é uma verdadeira loura porque "os colarinhos e os punhos não condiziam..." (tradução à letra duma frase osga...)

sai um pastelinho de bacalhau...

4 comentários:

grao_de_po disse...

ahahaha!!!
esta compete seriamente pelo pódio com o à vontade do ex flatmate do huguinho...

Hugo disse...

Esta está lá está!
Estes osgas (importados ou não) são sempre uma animação.

Paulo disse...

o pior foi mesmo ontem porque, ao contrário do que eu pensava (do que eu queria desesperadamente acreditar...), ela não estava suficientemente bêbeda para não se lembrar do que tinha acontecido...

lá tive que reafirmar que me tinha concentrado nos olhos e não no resto.

ah! e já agora, o ar casual foi a estratégia que ela empregou para tornar a situação menos constrangedora (se é que isso é possível... aliás, acho que eu fiquei mais afectado que ela...)

raites disse...

Vou deixar aqui uma sugestão para a tua flatmate, para que se torne uma verdadeira loira:
http://www.youtube.com/watch?v=hAPes7l87os